Maceió, 18/Novembro/2018

Resp. Técnico: Dr. José Antonio Martins
CRM AL 4363:RQE 3168

Receba as novidades
do Grupo Amigo:

Cadastre-se

Alimentos para uma gravidez mais saudável

 

O período da gestação exige cuidados especiais. E com a alimentação não é diferente. Afinal de contas, o organismo está passando por transformações que exigem aumento significativo das necessidades de energia e de vários nutrientes para a perfeita formação de um novo ser.
 
 
A doutora em Alimentos e Nutrição (Unesp) e mestre em Nutrição Humana (USP), Paula Magalhães, ressalta que os enjoos, vômitos, tonturas, sonolência e intolerância a alguns alimentos e cheiros podem prejudicar a boa alimentação. "A mulher não se alimenta de maneira equilibrada nesse primeiro período e acaba ingerindo o que ela gosta e consegue comer. Por isso, deve-se priorizar o fracionamento das refeições", explica.
Bebês bem nutridos durante a gestação terão um peso mais adequado ao nascer. "E também serão mais saudáveis, terão menos doenças e se recuperarão mais rápido em caso de enfermidade", recorda a nutricionista Adriana Lúcia van-Erven Ávila.
 
Durante a gravidez, o objetivo deve ser manter um ganho de peso constante, sem grandes oscilações, sem concentração no tecido adiposo (gorduras). De acordo com a nutricionista Michelle Ferreira De Simone, "um ganho de peso adequado gira em torno de 1,5 a 2kg no primeiro trimestre, e 1,5 a 2 kg por mês no restante da gravidez, para chegar a um total ideal de 11,5 a, no máximo, 14kg", detalha.
 
Confira dicas de alimentos benéficos para mulheres grávidas:
 
1. Leite e derivados (iogurte, coalhada e queijos)fornecem principalmente proteína, cálcio e vitamina D. Podem ser consumidos puros, com fruta picada ou batida. Os queijos, como o minas fresco, ricota, cottage, poderão ser consumidos com pães, bolachas ou torradas.
 
2. Carnes magras em geral-Não devem ser consumidas cruas, para evitar qualquer problema de contaminação. Da carne bovina deve-se evitar o cupim e a costela, pois não há como eliminar a gordura. Das aves, o peito é mais magro, mas também se pode consumir a coxa ou a sobrecoxa. Os peixes são mais leves e de mais fácil digestão - a sardinha e o atum, por exemplo, também fornecem cálcio e vitamina D. Todas as carnes também contem ácido fólico e poderão ser grelhadas, cozidas, assadas ou ensopadas, fornecendo a proteína e o ferro necessário.
 
3. Leguminosas- Feijão de qualquer cor, lentilha, ervilha, grão de bico ou soja. Esses alimentos fornecem proteína, fibra na casca e carboidrato no interior do grão, além de ferro e ácido fólico. Como são fermentadores, pode-se deixar de molho em água na véspera do preparo. Após, elimina-se essa água, lava-se os grãos em água corrente e coloca-se uma nova água para fazer o cozimento. Se nem assim diminuir a formação de gases, pode-se amassar, bater ou peneirar. Caso a gestante não tenha gases, nada disso precisará ser feito. Não colocar bacon ou paio para não sobrecarregar com sal e gordura animal.
 
4. Verduras e legumes em geral quanto mais verdes forem as verduras de folhas, tanto mais haverá ferro, vitamina B12 e ácido fólico, o que evita a anemia. Há também vitamina A, que é importante para a visão. Já os legumes fornecem vitaminas e minerais - os amarelos e alaranjados são os mais ricos em vitamina A. Caso a gestante tenha gases, deve intercalar o consumo de brócolis, couve-flor, couve manteiga e repolho, para que não haja muita fermentação. Todos esses alimentos fornecerão fibras, desde que não sejam muito cortados, picados ou liquidificados.
 
5. Frutas em geral-Frutas como a laranja, tangerina, limão, maracujá, morango, kiwi, acerola, abacaxi e caju contêm vitamina C, o que aumenta a absorção do ferro presente nas verduras verdes escuras, nas carnes e nas leguminosas, evitando a anemia. Frutas como mamão e damasco são mais ricas em vitamina A. Todas as frutas contêm potássio, que é um mineral importante para o batimento do coração e para que não haja câimbras. Deve-se redobrar a atenção se a gestante tiver diarreia, vômito ou transpiração excessiva, para que seja feita uma boa hidratação e se priorize o consumo das frutas cruas para repor o potássio, tais como laranja, banana, mamão, melão, entre outras. Todas as frutas fornecerão fibras, desde que não sejam muito cortadas, picadas ou liquidificadas.
 
6. Gorduras- As fontes de gorduras saudáveis são: óleos vegetais, canola e azeite de oliva; creme vegetal ou margarina cremosa light rica em gorduras insaturadas; oleaginosas. Um tipo de gordura saudável é o ômega 3, importante para o desenvolvimento da visão e do sistema neurológico do bebê, que pode ser encontrado na semente de linhaça triturada ou na chia, no óleo de canola e oliva, bem como nos peixes (sardinha, atum, salmão, cavala, cavalinha, truta, anchova, namorado ou linguado). Lembrete: a gordura não deve ser usada em excesso, pois é o nutriente mais calórico de todos. Por isso, as frituras devem ser evitadas.
 
7. Oleaginosas- Nozes, castanhas, amêndoas, avelãs sem sal, pistache e macadâmia fornecem gordura insaturada que protege o coração, mas devem ser consumidas com moderação, devido às calorias. Elas podem ser usadas nos lanches de intervalo, picadas sobre uma salada de fruta ou de verduras e legumes ou colocadas junto com o iogurte, por exemplo. Deve-se evitar as que tenham muito sal, pois o sódio em excesso pode provocar o inchaço e o aumento da pressão arterial.
 
8. Cereais integrais-Arroz integral, aveia, farelo de trigo, amaranto, quinoa etc. são todas fontes de carboidratos, nutriente que garante a energia diária, e de fibras, que ajudam no bom funcionamento do intestino, regulando suas funções e ajudando a controlar os níveis de colesterol e das dislipidemias.
 
9. Água-A gestante deve dar atenção especial ao consumo de água para garantir boa hidratação e bom funcionamento intestinal, principalmente se aumentou a ingestão de fibras na sua alimentação.
 
Fonte:mulher.yahoo.com

+ Mais Notícias

Grupo Amigo

Av. Tomas Espíndola, 83 Farol. Maceió-AL. CEP: 57051-000

contato@grupoamigo.com.br

(82) 3021 5887 - 3021-5867 - 9.9946-5344



Facebook
Facebook
LinkedIn
LinkedIn
LinkedIn
Google+