Maceió, 18/Dezembro/2017

Resp. Técnico: Dr. José Antonio Martins
CRM AL 4363:RQE 3168

Receba as novidades
do Grupo Amigo:

Cadastre-se

Colposcopia: como é feita? Para que serve?

 

 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O que é colposcopia?

 

A colposcopia é um exame que serve para examinar o trato genital inferior, isto é, a vulva, a vagina e, sobretudo, o colo do útero. Ela é usada principalmente para detectar precocemente o câncer do colo do útero e permite, por meio de um colposcópio (aparelho semelhante a um microscópio), visualizar diretamente as estruturas examinadas.

 

Para que serve o exame?

 

A colposcopia serve para detectar lesões cancerosas ou pré-cancerosas na vulva, vagina e, principalmente, no colo do útero e direcionar as biópsias dos locais suspeitos.

 

Quem deve fazer esse exame?

 

A colposcopia deve ser realizada pelas muheres em que os exames preventivos de câncer de útero tenham levantado alguma suspeita, tanto para confirmá-lo por meio de uma biópsia, se for o caso, como para descartá-lo e diagnosticar outras patologias que podem afetar o trato genital inferior, tais com inflamações, ferimentos, dermatites de outras naturezas, etc.

 

Como o exame é realizado?

 

O exame é simples e dura de dez a vinte minutos. Ele é realizado em ambulatório ou consultório e não exige nenhuma preparação prévia. Simplesmente a paciente deve abster-se de relações sexuais nas 48 horas que precedem o exame, não usar nenhum creme vaginal antes do procedimento e estar fora do período menstrual.

A colposcopia é parecida com o exame ginecológico comum e nela também se usa um espéculo vaginal (aparelho de metal ou de plástico que é introduzido na vagina para mantê-la aberta durante o procedimento). Enquanto que no exame ginecológico comum o médico examina diretamente e a olho nu o colo do útero, na colposcopia o médico pincela na superfície dos tecidos um líquido que ressalta as lesões e examina através do colposcópio, a uns trinta centímetros de distância. O exame colposcópico não doi e a paciente apenas pode ter um ligeiro incômodo, causado pela colocação do espéculo vaginal e pelo líquido aplicado. As imagens podem ser visualizadas em um monitor que amplia o que está sendo avaliado. Caso seja detectada alguma área anormal ou suspeita de ser cancerígena ou pré-cancerígena, deve ser colhido material para biópsia.

 

Algumas informações adicionais sobre a colposcopia:

 

  • O exame de colposcopia é rápido e não doi.
  • O trato genital inferior não deve ter sofrido nenhum tipo de traumatismo recente, nem mesmo de relações sexuais. Deve haver uma abstinência sexual de pelo menos 48 horas.
  • A colposcopia deve, de preferência, ser feita na primeira fase do ciclo menstrual, ou seja, antes da ovulação.
  • Os anovulatórios orais devem ser suspensos por dois ciclos antes da colposcopia.
  • Em caso de histerectomia, o exame pode ser feito a qualquer momento.
  • Mulheres grávidas podem se submeter ao exame.

 

 

Fonte:  ABC.MED.BR, 2013

+ Mais Notícias

Grupo Amigo

Av. Tomas Espíndola, 83 Farol. Maceió-AL. CEP: 57051-000

contato@grupoamigo.com.br

(82) 3021 5887 - 3021-5867 - 9.9946-5344



Facebook
Facebook
LinkedIn
LinkedIn
LinkedIn
Google+