Maceió, 18/Novembro/2018

Resp. Técnico: Dr. José Antonio Martins
CRM AL 4363:RQE 3168

Receba as novidades
do Grupo Amigo:

Cadastre-se

Desbanque os mitos sobre depilação

 

Depilar com lâmina faz mal? Pode tomar sol depois de depilar? E depilação durante a gravidez? Desvendamos sete dos mitos mais comuns sobre o assunto

Depilar com lâmina engrossa o pelo
A dermatologista especializada em medicina estética Luciana Hitomi garante que isso não acontece. "Isso é mentira. O que acontece é que os pelos são cortados pela haste, onde a espessura é maior. Por isso temos a impressão de que nascem mais grossos", explica. A desvantagem da lâmina, mesmo, é a duração da depilação, já que os pelos podem estar de volta em apenas três dias.

Cera causa flacidez
Isso acontece em pouquíssimos casos, garantem os especialistas — e não é motivo para não escolher a cera. Isso porque a depilação com cera é mais duradoura, e justamente por ser feita com tanto espaçamento não prejudica o tônus da pele.

Pele negra não pode fazer laser
Antigamente isso era mesmo verdade. Mas, agora, já existem lasers preparados para lidar com a maior quantidade de melanina na pele. "Pode usar, porém com cautela, de preferência iniciando com fluências baixas dos aparelhos, para n?o queimar a pele e causar manchas irreversíveis", explica a dermatologista Katleen Conceição, especialista em peles negras. O mais indicado, segundo ela, é o laser diiodo.

Não se pode depilar durante a gravidez
A proibição durante a gravidez se restringe aos lasers, dizem os médicos. Mas não é proibido usar lâminas e nem cera (o melhor, aqui, é ficar com as hipoalergênicas, já que as grávidas são mais sujeitas a alergias). "A depilação com cera quente pode ser usada, desde que a grávida já esteja acostumada com esse método e se dê bem com ele", explica o dermatologista Jardis Volpe.

Para clarear os pelos, o melhor é passar cremes clareadores no sol
Um dos maiores erros no mundo da depilação é usar cremes clareadores no sol. Aliás: evite o sol ao máximo quando usar qualquer método depilatório. "Sol e depilação não combinam, pois os métodos costumem deixar a pele inflamada e quanto maior a inflamação, maior a chance de o sol provocar manchas", explica o cosmetologista Maurício Pupo. "No caso dos cremes depilatórios, a situação é ainda mais grave e recomenda-se um intervalo de cerca de cinco dias entre o processo de depilação e o sol".

A cera deve estar sempre bem quente
A melhor forma de evitar manchas e queimaduras é manter a cera sempre morna — mas não fria. O truque para saber a temperatura correta é esperar até que a cera esteja mais consistente — e não tão líquida.

Quem tem alergia precisa evitar a cera
Muitas ceras ainda são compostas por substâncias potencialmente problemáticos, como os corantes. Por isso, o melhor é optar pelas mais naturais, como a cera de mel e a de chocolate. Segundo a depiladora Solange Lemos, do Salão da Praia, no Rio de Janeiro, as depiladoras já optam pelas ceras hipoalergênicas em 80% dos casos.

 

Fonte: http://br.mulher.yahoo.com/blogs/depilacao/desbanque-os-mitos-sobre-depila%C3%A7%C3%A3o-032001156.html

Paginação

 

+ Mais Notícias

Grupo Amigo

Av. Tomas Espíndola, 83 Farol. Maceió-AL. CEP: 57051-000

contato@grupoamigo.com.br

(82) 3021 5887 - 3021-5867 - 9.9946-5344



Facebook
Facebook
LinkedIn
LinkedIn
LinkedIn
Google+